domingo, 24 de julio de 2016

“CÂNTICO 12 - NÃO FALES AS PALAVRAS DOS HOMENS “ de Cecilia Meireles (De Cânticos, 1982)

CÂNTICO 12 - NÃO FALES AS PALAVRAS DOS HOMENS

Não fales as palavras dos homens.
Palavras com vida humana.
Que nascem, que crescem, que morrem.
Faze a tua palavra perfeita.
Dize somente coisas eternas.
Vive em todos os tempos
Pela tua voz.
Sê o que o ouvido nunca esquece.
Repete-te para sempre.
Em todos os corações.
Em todos os mundos.

Cecilia Meireles (In Cânticos, 1982)


CÁNTICO 12 - NO PRONUNCIES LAS PALABRAS DE LOS HOMBRES

No pronuncies las palabras de los hombres.
Palabras con vida humana.
Que nacen, que crecen, que mueren.
Haz tu palabra perfecta.
Di solamente cosas eternas.
Vive en todos los tiempos
Por tu voz.
Sé lo que el oído nunca olvida.
Te repite para siempre.
En todos los corazones.
En todos los mundos.

Cecilia Meireles
(Versión de Pedro Casas Serra)

No hay comentarios:

Publicar un comentario