sábado, 16 de julio de 2016

“CÂNTICO 05 - ESSE TEU CORPO” de Cecilia Meireles (De Cânticos, 1982)

CÂNTICO 05 - ESSE TEU CORPO

Esse teu corpo é um fardo.
È uma grande montanha abafando-te.
Não te deixando sentir o vento livre
Do Infinito.
Quebra o teu corpo em cavernas
Para dentro de ti rugir
A força livre do ar.
Destrói mais essa prisão de pedra.
Faze-te recepo.
Âmbito.
Espaço.
Amplia-te.
Sê o grande sopro
Que circula...

Cecilia Meireles (In Cânticos, 1982)


CÁNTICO 05 – ESE CUERPO TUYO

Ese cuerpo tuyo es un fardo.
Es una gran montaña aplastándote.
No dejándote sentir el viento libre
Del Infinito.
Quiebra tu cuerpo en cavernas
Para dentro de ti rugir
La fuerza libre del aire.
Destruye esa prisión de piedra.
Hazte receptor.
Ámbito.
Espacio.
Amplíate.
Sé el gran soplo
Que circula...

Cecilia Meireles

(Versión de Pedro Casas Serra)

No hay comentarios:

Publicar un comentario